Sinais do Reino


Notícias e comentários
  • Voltar






21/09/2021
A vacina é a iniciação luciferina

A vacina COVID é a iniciação Luciferiana, a Marca da Besta. Bem-vindo à loucura satanista.

A vacina é a iniciação luciferina

20 de setembro de 2021

É hora do show, pessoal. É hora de acordar de nosso estupor. Estamos testemunhando o colapso de Roma ao vivo. A civilização ocidental está caindo. Este pesadelo nunca vai acabar. Os vivos invejarão os mortos. Os satanistas odeiam a Deus. A humanidade é um dano colateral.

Enquanto isso, eles nos distraem com dinheiro que logo exigirão com juros. A dívida nacional. "Você não terá nada (depois de pagar sua parte), mas ficará feliz." Klaws Swab, se você diz isso, deve ser verdade.

A pressão se tornará insuportável.

Se eles impedem que os não vacinados entrem nos restaurantes, ganhem a vida, podem impedi-los de comprar alimentos. O objetivo é coagir as pessoas a tomarem a "vacina". Onde isso vai parar? Os resistentes serão transferidos para campos de quarentena, onde estarão à mercê de médicos assassinos, como os idosos em asilos?

Neste artigo revelador, Leo Hohman revela três eventos que nos levarão à escravidão total: 1. Passaportes digitais/Covid -  2. Moeda digital global - 3. Passaporte da Internet

Leo Hohmann; "Diversas novas tecnologias que parecem separadas e não relacionadas em breve convergirão, criando uma gigantesca armadilha digital que atrairá facilmente as massas desinformadas ... A maioria das pessoas adormecerá na armadilha, o que acabará por reduzi-la a um código QR. Humano - rastreável, rastreável e 100% dependente da Big Tech e do grande governo para sua existência.

O "governador Cuomo" exortou veementemente "os empresários a remover 30% da população do estado como clientes em potencial e tratá-los como não-pessoas. Isso ... lembra a propaganda nazista que força os alemães a se recusarem a fazer negócios com os judeus.

Passaportes digitais de saúde: a armadilha que atrairá muitos para o sistema global sem dinheiro

Vou desenrolar cada um desses fios aparentemente separados que gradualmente se fundirão em uma única estrutura de controle sócio-financeiro global.

O item mais iminente da agenda necessária para a implantação desse sistema é o lançamento dos passaportes de saúde digitais.

França, Itália, Irlanda, Alemanha, Grécia e muitas outras nações começaram a impor esses passaportes aos seus cidadãos, muitos dos quais protestam nas ruas.

Cidadãos protestam contra passaportes de saúde em mais de 150 cidades da França.

O movimento em direção aos passaportes de saúde digitais nos Estados Unidos está ocorrendo de forma mais gradual, mas está ganhando força.

Em um briefing na segunda-feira, 2 de agosto, o coordenador de resposta ao coronavírus de Biden, Jeffrey Zients, anunciou que "é hora de impor alguns requisitos" quando se trata de vacinas COVID.

Quando solicitada a esclarecer exatamente quais regras do COVID podem ser aplicadas, a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse que nada está fora de questão.

Lembre-se dessa frase: Nada está fora de questão.

Isso pode envolver a detenção de pessoas não vacinadas e sua colocação em campos de isolamento e quarentena.

Um consórcio acadêmico de seis universidades já tem um contrato com o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos para treinar partes interessadas do governo, da polícia, da saúde e do setor privado em como colocar em quarentena "grandes grupos" de comunidades rurais.

Mas o esforço para digitalizar vidas americanas começará nas cidades e se mudará para o exterior.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, foi o primeiro político a exigir passaportes com vacinas.

Apesar do que está sendo dito, separar os americanos pelo status de vacinação é uma inovação histórica. Nunca havia sido tentado antes, nem durante os surtos de pólio ou varíola dos anos 20, 30 e 40, ou durante a gripe espanhola. Nunca.

De Blasio ordenou que as empresas negassem serviço aos não vacinados, que representam 30% da população da cidade. Resta saber como Blasio aplicará esse edital.

Você vai chamar a polícia para fechar negócios que não exigem que seus clientes apresentem documentação?

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, também quer impor uma exigência estadual de apresentação de passaporte de vacinação, mas sabe que precisa ser um pouco mais diplomático em sua abordagem.

"Estou pedindo e sugerindo que as empresas privadas apenas admitam os vacinados. Admitam apenas os vacinados", disse Cuomo em entrevista coletiva em 2 de agosto.

"Acho que é do interesse comercial deles", disse ele. Temos inscrições, você só precisa dizer: 'Você precisa mostrar que foi vacinado quando entrar pela porta'.

Em outras palavras, "Mostre seus papéis."

Pense no que Cuomo está dizendo aqui.

Ele está "pedindo" energicamente aos proprietários de negócios que removam 30% da população do estado de seu campo de clientes potenciais e os tratem como não-pessoas.

Isso é puro fascismo e lembra a propaganda nazista que forçou os alemães a se recusarem a fazer negócios com judeus.

Se os empresários de Nova York ouvissem Cuomo, eles impossibilitariam que pessoas não vacinadas alimentassem seus filhos.

Os passaportes digitais exigem que as pessoas baixem um código QR que pode ser escaneado em seus telefones celulares, o que permitirá que as empresas saibam que foram vacinadas antes de poderem entrar e receber o serviço [comprar ou vender].

Isso nos leva à segunda etapa da armadilha digital que está sendo cozida no forno tecnológico: um novo sistema de identificação digital global capaz de funcionar em conjunto com passaportes de saúde digitais e o novo complexo médico-vacinal.

O líder dessa tendência tecnológica é a ID2020 Alliance, uma colaboração de mais de 35 membros, incluindo Accenture, Microsoft, Rockefeller Foundation, MasterCard, IBM, a Câmara de Comércio Internacional, MIT SafePaths e a Global Vaccine Alliance de Bill Gates.

Em fevereiro de 2021, o ID2020 lançou o Good Health Pass Collaborative para promover uma convergência perfeita de todos os aplicativos de acreditação de vacinas COVID-19 que estão sendo desenvolvidos por muitas organizações diferentes.

“Os certificados de vacinas em papel podem ser facilmente falsificados”, avisa a ID2020 Alliance em um comunicado à imprensa. "O objetivo das credenciais de saúde é demonstrar com segurança que uma pessoa recebeu uma vacina ou um teste de PCR." A nova aliança é especialmente focada em viagens para garantir que as credenciais funcionem além das fronteiras, entre setores e sem atrito. "

A aliança publicou um white paper sobre o assunto para quem busca mais detalhes.

Outra peça do quebra-cabeça tecnofascista em evolução é a nova moeda digital.

Os bancos centrais do mundo estão trabalhando em uma moeda digital programável com base na tecnologia blockchain. Isso significa que eles poderão rastrear suas despesas e fechar a torneira por qualquer motivo.

Em julho, o Fundo Monetário Internacional publicou um artigo em seu site elogiando a Índia como líder mundial no esforço para eliminar o dinheiro. E, claro, a COVID foi mencionada como um acelerador do abandono do papel-moeda. O FMI observou:

"COVID-19 acelerou o uso de pagamentos digitais sem contato para pequenas transações, à medida que as pessoas tentam se proteger do vírus. Esses avanços são baseados no India Stack, um sistema abrangente de identidade digital, pagamentos e gerenciamento de dados no qual escrevemos em um novo documento (Carrière-Swallow, Haksar e Patnam 2021) ".

Como pode ser visto na declaração acima, o objetivo é uma identidade digital completa, combinando dados de saúde e status da vacina com dados bancários e outros dados de identificação pessoal.

Klaus Schwab nos avisou com antecedência sobre a armadilha que ele e seus colegas elitistas estavam armando para nós.

"A Quarta Revolução Industrial nos levará a uma fusão de nossas identidades física, biológica e digital", disse Schwab no Conselho de Assuntos Globais de Chicago em novembro de 2020.

Mesmo antes disso, em seu livro de 2018, Shaping the Future of The Fourth Industrial Revolution, Schwab escreveu:

"As tecnologias da Quarta Revolução Industrial não se tornarão apenas parte do mundo físico ao nosso redor: elas se tornarão parte de nós."

“Na verdade, alguns de nós já sentem que nossos smartphones se tornaram uma extensão de nós mesmos. Os dispositivos externos de hoje - de laptops a fones de ouvido de realidade virtual - quase certamente serão implantados em nossos corpos e cérebros”.

Quando ele escreveu essas grandes ideias em 2018, elas pareciam as reflexões de um futurista out-of-the-box e poucos prestaram atenção a ele. Depois do COVID, ele está na nossa cara e pronto para ser implementado.

PASSAPORTE DE INTERNET

O último estágio do programa de tecnologia para controlar a humanidade são os gigantes da tecnologia trabalhando juntos para eliminar todas as vozes dissidentes da Internet. Seu objetivo final é criar um sistema no qual todos os usuários tenham um passaporte de Internet, sujeito a uma revisão periódica de sua atividade online.

Os gigantes da tecnologia já disseram que estão compartilhando informações ativamente em um esforço para reprimir os "supremacistas brancos" no âmbito do Fórum Global da Internet para Combater o Terrorismo, um órgão anteriormente reservado para alvejar o Talibã e a Al Qaeda.

O PayPal anunciou que irá colaborar com a notoriamente Marxista Anti-Difamation League para pesquisar na Internet por vozes "extremistas" e "antigovernamentais", a fim de fechar seus botões de doação do PayPal.

Há um vídeo sinistro de 42 segundos lançado pelo governo australiano pedindo às pessoas que criem uma identidade digital.

Com este sistema de pontuação social ao estilo chinês, os culpados de violações online são publicamente envergonhados e silenciados. Os coletores de informações são pagos para expor seus vizinhos e parentes. Uma vez que sua pontuação de crédito social cai abaixo de um determinado nível, fica tão desacreditado que se torna cada vez mais difícil encontrar trabalho, viajar de avião, trem, ônibus ou carro, obter empréstimos ou matricular seus filhos nas melhores escolas.

Aqueles que fornecerem informações contrárias à narrativa serão sinalizados, receberão um aviso e, por fim, serão bloqueados como propagadores de "desinformação".

DISSIDENTES PRIVADOS DA INTERNET

A liberdade de expressão está perdida, mas não é tudo.

Na sociedade atual, ser removido da Internet significa que você não poderá comprar ou vender online ou fazer um trabalho que exija uma conexão com a Internet.

Assim, os passaportes de saúde, que estão sendo implementados em todo o mundo, evitarão que você compre alimentos e itens essenciais pessoalmente, enquanto o próximo passaporte da Internet o impedirá de encomendar seus itens essenciais online. Tudo o que resta é o mercado negro, supondo que surja um para aqueles que são considerados "impuros" e "inadequados" para o mundo moderno por causa de suas visões divergentes.

Todas essas tecnologias se fundirão na interseção de Big Data, Big Banks, Big Tech e Big Governments. Agora, sua pontuação de crédito social estará vinculada não apenas à sua atividade na Internet, mas também à sua conta bancária e ao seu status de vacinação. Bem-vindo ao Grande Reajuste, também conhecido como Nova Ordem Mundial.

Adicione os avanços em IA (Intel artificial) e reconhecimento facial e milhões de câmeras de vigilância e você está falando sobre um estado de escravidão que faz o 1984 de George Orwell parecer um piquenique no parque.

Mas não reclame. Tudo é "para nossa segurança".

Não se pode confiar que as pessoas façam a coisa certa, acreditem nos fatos, levem o tipo de vida que contribui para uma sociedade pacífica e feliz. Todos devem se ajustar aos novos mestres.

CONCLUSÃO

Agora é a hora de lutar contra esse sistema. Mas para lutar contra ele, você deve reconhecer sua existência e estar um passo à frente do plano de jogo maligno da cabala.

Em algum momento, a escotilha se fechará. Será muito tarde para sair. Ou você cumpre ou se torna uma não-pessoa. Um inimigo do estado.

Essas avenidas separadas de tecnologia em evolução acabarão por se fundir para criar uma sociedade na qual tudo, e todas as pessoas, são rastreados digitalmente. Não apenas o movimento de seus corpos físicos, mas suas ações, comportamentos e até mesmo seus pensamentos.

As elites contam conosco para aceitar esse sistema em seus estágios iniciais fragmentados. A maioria das pessoas pensa de forma compartimentada. Eles não conectam os pontos. Eles serão enganados.

As elites não vão lhe dizer com antecedência tudo o que a Quarta Revolução Industrial acarreta. Eles apenas lhe dirão as partes que soam bem: conforto, inclusão, segurança, proteção.

Depois que essa escotilha for fechada, será muito difícil se livrar de suas garras. Não baixe aplicativos, pague com dinheiro sempre que possível e pare de andar sonâmbulo para a Nova Ordem Mundial.

Traducido por RELIGION LA VOZ LIBRE de henrymakow.com/

COMENTÁRIOS:

solodoctrina disse que ...

Terrível, mas é verdade.

É uma ditadura em escala planetária nunca vista antes.
20 de setembro de 2021 18:26:00

Templário disse que ...

Em muito pouco tempo vamos encontrar o arquiteto de toda essa abominação, ele é o anticristo, a quem Bergoglio nos apresentará como o messias que deveria retornar.
De acordo com o 2º tes 2, ele fará falsos milagres para enganar até os escolhidos. Por fim, ele lançará sua marca, o selo da besta ou chip-666, que as vacinas tendem a atingir. Mas em Apocalipse 14, São João nos diz que quem se deixar selar será condenado.
Com Cristo ou com o anticristo, essa é a questão. Salvação eterna ou condenação.
Não Nobis.
21 de setembro de 2021 3:05:00

Fonte: https://religionlavozlibre.blogspot.com/2021/09/la-vacuna-covid-es-la-iniciacion.html?




Artigo Visto: 467

 




Total Visitas Únicas: 5.351.269
Visitas Únicas Hoje: 146
Usuários Online: 93