"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
05/11/2018
2 sinais maçônicos no encontro de Parolin com a Ministra Carmem Calvo
 

2 sinais maçônicos no encontro de Parolin com a Ministra Carmem Calvo

4 de novembro de 2018

https://www.publico.es/files/article_main/uploads/2018/10/29/5bd6febf1f31a.jpg

Na última terça-feira, 29 de outubro, se reuniram em Roma a Vice-Presidente do Governo espanhol, ou Ministra da Presidência, a Sra. Carmen Calvo e o Secretário do Estado do Vaticano, Monsenhor Pietro Parolin. Reunião de duvidoso alívio oficial posto que se ignorou a representação diplomática.

Como foi publicado, a Ministra discutiu o propósito do Governo Sánchez de exumar os restos mortais do ex-chefe de Estado Francisco Franco, que desde a sua morte, há 43 anos, está guardado na Basílica Pontifícia de Santa Cruz do Valle del los Caídos. Parece que os argumentos apresentados pela Ministra foram enriquecidos colateralmente com a possível revisão dos bens imóveis que a Igreja da Espanha ainda desfruta sem registro.

Para abundar no caso seria oneroso para os meus leitores que têm meios de investigação para discernir. Vou me limitar, então, a afirmar que profanar tumbas não é imaginável em nenhum governo. Bom insulto anti-histórico para seus componentes que aureolam a figura de Franco ressuscitando-o antes de exumar-lo.

A foto

https://4.bp.blogspot.com/-3uOzT2xSPug/W98UpvH2LcI/AAAAAAAAE_c/LoxqN89JU2I4VpKdySAEM82lFhM8nssIQCLcBGAs/s400/Captura%2Bde%2Bpantalla%2B2018-11-04%2Ba%2Blas%2B16.46.58.png

Neste post quero deter-me no aperto de mão do Cardeal com a Ministra. É mais que uma saudação.

Fiquei surpreso que a ABC da última terça-feira, 30, apareceu na página 5 e, passando seções, reapareceu lá na página 47.  "Uau”, eu disse a mim mesmo, que coisa estranha! " sabido que as seções se fecham durante a tarde, ou a noite, e que a capa e as primeiras páginas são deixadas até o fechamento, visando por um maior impulso de compra e esperando para receber mais colaborações, voltei para a página 5 e examinei com maior atenção . Especialmente no dia seguinte, quando o jornal EL MUNDO, já com dois dias de atraso, destacou a fotografia novamente, também em tamanho gigante. Pelo qual me assaltaram críticos significados.

E para onde essa importância é apontada?

Pois para dois sinais: no aperto de mão e na Cruz coberta pelo Cardeal.

─ O primeiro, o sinal claro da identidade maçônica: o polegar do Cardeal, apertando o metacarpo do dedo do coração da Ministra.

Um documento encontrado em uma loja na França de Vichy descobriu um plano para um dia ocupar a Sede de São Pedro "de modo que os católicos crendo que seguem o Papa, sigam a nós". (ref: Jean Lombard, O lado oculto da História.)

─ O segundo, a ocultação da Cruz de Cristo com a mão esquerda.

Cuidado já introduzido por São Paulo VI- "não perturbar os incrédulos "-muito usual, uma vez que é pregado que todos nós acreditamos no mesmo Deus.

(...)

A fotografia da Ministra Carmen Calvo e do cardeal Parolin foi um lampejo confirmando as diretrizes que adornam os novos tempos, qual é o paradigma do Vaticano, da UE e dos governantes da Espanha.

Pedro Rizo, Religión Digital

Fonte: https://religionlavozlibre.blogspot.com/2018/11/2-signos-masonicos-del-encuentro.html

 
 
 

Artigo Visto: 482 - Impresso: 5 - Enviado: 2

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.278.893 - Visitas Únicas Hoje: 584 Usuários Online: 129