"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
16/02/2018
Apostasia na Igreja: Missa-carnaval na Alemanha
 

Apostasia na Igreja: Missa-carnaval na Alemanha

15/02/2018

http://www.catolicosalerta.com.ar/secta-conciliar2018/imagenes/carnival-mass-aachen1.jpg

O padre René Mertensa a esquerda, vestido de mulher, durante a missa

AACHEN, Alemanha (ChurchMilitant.com) - Uma missa de "carnaval" alemã com mulheres dançando, um sacerdote travestido e a entrega da Sagrada Comunhão a um ministro protestante está recebendo críticas. veja: https://vimeo.com/255274471

Um vídeo filmado pela West German Broadcasting (WDR) mostra uma missa de carnaval no dia 4 de fevereiro na paróquia de St. Gangolf em Heinsberg, descrita por KathNews como "grande horror entre inúmeros católicos", acrescentando que "os crentes expressaram seu desgosto por essa blasfêmia "nas redes sociais.

O pastor, fr. Marcus Bruns, está vestido com um disfarce e começa por dizer à congregação: "queremos iniciar este serviço de forma diferente do que estamos acostumados."

O vídeo mostra mulheres em saias curtas dançando no santuário com algumas pessoas sendo levadas ou jogadas no ar por bailarinas.

https://www.churchmilitant.com/images/uploads/clown_deacon.jpg

O "sermão" foi celebrado pelo Reverendo Willibert Pauels, um diácono permanente de Novus Ordo, que aproveitou a oportunidade para atacar o celibato ...

Willibert Pauels, diácono de St. Gangolf, discutiu o celibato clerical. A congregação aplaudiu depois que ele notou que São Pedro, o primeiro Papa, já foi casado, acrescentando: "isso é algo para se pensar. É claro! "

Mais tarde, Pauels com óculos e nariz de palhaço diz: "Eu posso sentir o que a religião realmente significa." Ele então reflete: "a religião é muitas vezes abusada, seja como um guia para a educação e moralidade ou como um museu que é despoeirado."

https://radiocristiandad.files.wordpress.com/2018/02/carnival-mass-aachen6.jpg

O pastor protestante Martin Jordan é mostrado recebendo a Sagrada Comunhão, comentando depois: "Esta não é a primeira vez que eu tenho permissão para receber comunhão aqui na Igreja Católica St. Gangolf". Ele continua: "Não há sinal mais forte de união, de solidariedade inter-religiosa do que a celebração conjunta".

http://www.catolicosalerta.com.ar/secta-conciliar2018/imagenes/carnival-mass-aachen2.jpg

O padre René Mertens, vestido como mulher, comenta: "É um aprofundamento da alegria que carregamos em nossos corações, e quando você experimenta esse serviço, seu coração se abre.

Bruns disse: "Para os fiéis de Heinsberg, por outro lado, a Missa foi uma grande experiência, só recebemos comentários positivos".

A diocese de Aachen comenta: "O carnaval e a Igreja se reúnem para a Quaresma, que começa na quarta-feira da cinza". Em Rhineland em particular, o carnaval influencia toda a vida, mas a diocese de Aachen quer conversar com o clero.

Um católico alemão, nascido e criado na diocese de Aachen, diz ao Church Militant: "O que aconteceu aqui não é uma exceção, mas a regra". Ele ressalta que, embora existam católicos fiéis na Alemanha, "tornou-se um país provocador, que mostra perfeitamente como a fé está morta".

https://radiocristiandad.files.wordpress.com/2018/02/carnival-mass-aachen4.jpg

Fonte: http://religionlavozlibre.blogspot.com.br/2018/02/misa-carnaval-con-cura-travestido-en.html

 
 
 

Artigo Visto: 1668 - Impresso: 18 - Enviado: 14

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.720.093 - Visitas Únicas Hoje: 1.144 Usuários Online: 317