"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
27/01/2019
Papa Ataca Maduro? Não, Ataca Trump.
 

Papa Ataca Maduro? Não, Ataca Trump.

sábado, 26 de janeiro de 2019

Ele tem palavras em defesa de diálogo até para o Estado Islâmico, mas nunca aceitou dialogar com Trump sobre suas diferenças..

https://static.sbt.com.br/noticias/images/120476.jpg

Ele é sempre politicamente correto, exageradamente, doentemente, mas não em favor de Trump. Em relação a Trump ele é um ativista não politicamente correto. Ele não se comporta como um líder político (o Papa também é chefe de Estado, ele é líder da Santa Sé). Ele se comporta como membro do Partido Democrata, oposição de Trump.

Será que o governo da Venezuela merece palavras de condenação do Papa Francisco? Inúmeros importantes países já condenaram o governo de Nicolás Maduro, como Estados Unidos, Brasil, Peru, Argentina, Colômbia, Chile, Alemanha, Espanha, França, Itália...

Mas o Papa Francisco deseja paz com Maduro e se juntou a Cuba na posse do ditador sanguinário.

No momento, em que a população da Venezuela é morta nas ruas por Maduro e a ONU se reúne para discutir a situação do país, que possui dois presidentes, um não aceito pela comunidade internacional (Maduro) e outro aceito (Guaidó).

Mas o Papa, no seu primeiro discurso no Panamá, durante a Jornada Mundial da Juventude, tem palavras de raiva contra....Trump.

Ele disse que líderes que querem construir muros semeiam medo e divisão. E perguntou aos jovens se eles querem construir muros ou pontes. Os jovens responderam pontes. O Papa estava em um palanque político.

O Papa Francisco atacou Trump quando Trump ainda era candidato a presidente, e continua fazer isso, mesmo depois de Trump ser visto como o presidente mais pró-vida dos Estados Unidos e de Trump ter dizimado o Estado Islâmico.

No seu discurso, ele nem mencionou a Venezuela.

Venezuela? Heim? O quê?

Fonte:http://thyselfolord.blogspot.com/2019/01/papa-ataca-maduro-nao-ataca-trump.html

Vejam abaixo texto da CNN:

Em um tiro aparente em Trump, Papa diz que "construtores de muros" semeiam o medo e dividem

Por Rosa Flores, CNN

Cidade do Panamá, Panamá (CNN) - O papa Francisco disparou contra políticos, dizendo a milhares de católicos no Panamá reunidos para a Jornada Mundial da Juventude que "construtores de muros semeamem medo" e "dividem pessoas".

"Sabemos que o pai da mentira, o diabo, prefere uma comunidade dividida e em disputa", disse Francisco a dezenas de milhares de jovens na noite de quinta-feira em um parque à beira-mar na Cidade do Panamá.

"Este é o critério para dividir as pessoas: os construtores de pontes e os construtores de muros, aqueles construtores de muros semeiam o medo e procuram dividir as pessoas. O que vocês querem ser?"

Quando a multidão respondeu "construtores de pontes", Francisco respondeu: "Vocês aprenderam bem. Eu gosto disso."

As observações do papa parecem ser uma referência clara à proposta do presidente Donald Trump de construir um muro ao longo da fronteira EUA-México. A demanda de Trump por US $ 5,7 bilhões pelo muro levou a uma paralisação parcial do governo por 34 dias.

Na quarta-feira, depois que Trump twittou um novo slogan: "Construa um muro e o crime cairá", disse um jornalista no plano papal ao Papa Francisco sobre a proposta de Trump. O papa disse que tais medidas são movidas pelo medo. "É o medo que nos deixa loucos."

Não foi a primeira vez que Trump e Francisco se debruçaram sobre o muro fronteiriço proposto.

"Uma pessoa que pensa apenas em construir muros, onde quer que esteja, e não construir pontes, não é cristã", disse Francisco em 2016. "Este não é o evangelho".

Trump imediatamente retrucou, chamando os comentários de Francisco de "vergonhoso".

"Nenhum líder, especialmente um líder religioso, deveria ter o direito de questionar a religião ou a fé de outro homem", disse ele em um comunicado.

Papa visita prisão juvenil

A Jornada Mundial da Juventude continua até domingo. Apesar da sombra de controvérsia por causa da crise de abuso sexual do clero, a viagem é uma espécie de lar para o Papa Francisco, o primeiro pontífice latino-americano.

Segundo o Vaticano, cerca de 150 mil jovens se inscreveram até agora, um comparecimento muito menor do que as Jornadas Mundiais da Juventude de 2013 no Rio de Janeiro e em 2016 em Cracóvia, na Polônia, que atraíram cerca de 3 milhões cada.

Durante seus discursos em sua viagem de cinco dias ao Panamá, o papa repetidamente criticou o uso do medo como um condutor de divisões e o criador de uma mentalidade de nós contra eles.

Na quinta-feira, Francisco, filho de imigrantes italianos, disse que a "migração forçada", impulsionada pela violência e pela pobreza, está empurrando jovens migrantes para deixar tudo para trás e fazer uma perigosa jornada por um terreno mais seguro.

"Encontram-se encaixotados e carecem de oportunidades, em meio a situações altamente confidenciais sem solução rápida: violência doméstica, o assassinato de mulheres - nosso continente está passando por uma praga a esse respeito - gangues e criminosos armados, tráfico de drogas e exploração sexual de menores e jovens ", disse Francisco a um encontro de bispos da América Central no Panamá.

Superar esses medos, ele disse, exigirá que a igreja faça mais do que apenas receber os imigrantes. Em vez disso, ele instruiu seus bispos a criar um diálogo "para ajudar a superar medos e suspeitas" que vivem na imaginação das pessoas.

Na sexta-feira, Francisco visitou um centro de detenção juvenil no Panamá, onde advertiu que a divisão cria um "muro invisível".

"Essa atitude estraga tudo, porque ergue uma parede invisível que faz as pessoas pensarem que, se marginalizarmos, separarmos e isolarmos outros, todos os nossos problemas serão resolvidos magicamente", disse Francisco.

Em vez de fofocar e brigar sobre a questão, que o Papa diz ser uma sociedade em que o ciclo pode cair, Francisco disse que as comunidades devem trabalhar para "criar oportunidades e mudar".

Fonte:https://edition.cnn.com/2019/01/25/americas/pope-walls-panama/index.html

 
 
 

Artigo Visto: 392 - Impresso: 3 - Enviado: 1

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.430.253 - Visitas Únicas Hoje: 928 Usuários Online: 211